Você quer correr? Procure um médico!

exames-laboratorial2Hoje terminei uma bateria de exames pra checar em que pé anda a saúde. E fiquei me questionando se todo corredor amador conhece sua glicemia, LDL, HDL, frequência cardíaca? Conheço vários episódios em que as pessoas fazem um exercício de esforço e acabam enfartando. Tenho casos no círculo de amigos e até mesmo na família, então quer dizer que o caso não é tão distante de nós e que estamos propensos a sofrer consequências. Conhecer nossa saúde é o primeiro passo para começar a correr SEM risco.
Vou falar resumidamente dos exames básicos que podem ser realizados:
1-Eletrocardiograma: permite a avaliação elétrica da atividade cardíaca e da sua condução que indicam o estado de normalidade ou de alteração dos músculos e nervos do coração. Este exame pode diagnosticar desde arritmias até infartos.
2-Ecodopplercardiograma: semelhante ao ultrassom fazendo uma avaliação da anatomia e funcionamento do coração. Permite avaliar o fluxo sanguíneo, funcionamento das válvulas e auxilia no diagnóstico de doenças. Para o atleta ou praticante de atividade física visa identificar miocardiopatia hipertrófica, principal causa de morte súbita.
3- Pressão arterial: Valores ideais são de até 120/80 mmHg e acima podem ser considerados hipertensão. Essa pressão arterial elevada é a principal causa de risco para doenças cardiovasculares.
4- Teste Ergométrico: o indivíduo deve caminhar e/ ou correr numa esteira em que é monitorada a pressão arterial e frequência cardíaca. Neste exame o cardiologista verifica a aptidão física do avaliado.
5- Teste Ergoespirométrico: semelhante ao ergométrico, entretanto acrescenta-se uma máscara na face para avaliar as trocas gasosas. É um exame mais completo do que o ergométrico, pois avalia o desempenho físico, cardiovascular, muscular e pulmonar do atleta.
6- Exames laboratoriais: glicemia (avalia a presença de diabetes); TSH e T4 (função da tireoide); Lipidograma (avalia o colesterol, principalmente LDL e o HDL); sódio, potássio (eletrólitos importantes); creatinina e ureia (verifica a função renal); hemograma (avalia as células sanguíneas); TGO e TGP (avalia a função do fígado).

Eu costumo fazer acompanhamento médico com frequência, principalmente cardiológica, pois eu tenho um “sopro” no coração. Este é uma alteração congênita na válvula pulmonar, chamada de espessamento na valva pulmonar, sem estenose. Ainda bem que é sem estenose.
Segundo meu cardiologista ter um sopro na valva pulmonar é a mesma coisa que não ter nada. Ótimo, assim posso treinar sem maiores preocupações. Então fiz o ecodopplercardiograma e estava tudo bem com meu sopro. Depois fiz o teste ergométrico que deu um resultado bom e ainda os exames laboratoriais que foram excelentes. Meu lipidograma foi demais…. colesterol LDL baixo e HDL elevado!!! Glicemia ótima!! Mas na hora de subir na balança ….. resultado de 2 kg a mais …. as férias das crianças e o frio ajudaram para aumentar minha gula e o resultado não foi satisfatório.
Uma dica de amiga: SEMPRE procure ótimos profissionais. Hoje mesmo constatei mais uma vez a importância disto, fiz os exames com médicos ótimos que me explicaram cada passo e resultado dos exames. Nunca esquecerei o susto que passei em 2010, em que fui fazer meu check-up e a cardiologista (foi me indicada em Campo Grande onde eu havia recém mudado) que executou o exame ecodopplercardiograma fez um diagnóstico muito … muito equivocado de um tumor no coração. Esse diagnóstico quase me fez pirar, mas chequei tudo num hospital excelente em São Paulo. O que um diagnóstico errado pode fazer na sua vida? Assunto para um próximo post.

Anúncios

9 pensamentos sobre “Você quer correr? Procure um médico!

  1. olá Vanessa, muito bom seu blog.

    Fazer exames preventivos é necessário !!! ainda mais para nós atletas. Alguns profissionais cometem erros grosseiros mesmo. Moro em Campo Grande, mas é coincidÊncia, em 2008, um médico num exame me disse para fazer um exame mais completo pois suspeitou de arritmia, não lembro agora, mas o “médico” antecipou que eu não poderia mais fazer esforço físico … passei uma semana literalmente com arritmia, descontrolado, … e com os exames na mão, o outro médico me disse para ir jogar bola, nadar, pedalar, pois eu estava 100%. Ufah, a partir desse dia me reencontrei com a atividade física e conheci a corrida de rua …. e estou até hoje , hehehe.

    Abraços
    bons treinos,
    Rodrigo Augusto
    corridaderuams.blogspot.com.br

  2. Oi,Vanessa! Fiz todos esses exames há menos de um mês e foi por causa deles que tive que diminuir o ritmo. Estava fazendo triathlon e os médicos mandaram eu focar na maratona por enquanto. Esses exames são essenciais pra gente conhecer ainda mais o nosso corpo. Um abração

  3. Pingback: Lesões e mais lesões: previna-se delas para começar a correr | NOSSO DIÁRIO DE TREINO

  4. Parabens, sou cardiologista especialista em arritmias e o q foi relatado pelo Rodrigo e Deisy, acontece com alguma frequência .

    Dr. Herbert Monteiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s